Palavra do Alpinista - Marcelo


Esse testemunho foi feito com muito amor. Então, leia com atenção e carinho.

Minha jornada no Movimento Escalada teve início antes mesmo de me tornar um alpinista. A história começa com a minha irmã ingressando no grupo em 2016, sempre empolgada com as experiências/descobertas que o Escalada a proporcionava. Porém, eu e minha família não entendíamos toda aquela empolgação, e por isso não dávamos muito apoio, mas a semente já estava em solo fértil, e era só questão de tempo para seguir o propósito que Deus tinha para ela.

Durante muito tempo, alegando falta de tempo, não havia interesse algum da minha parte em seguir o mesmo caminho que minha irmã escolherá. Apesar de muitas tentativas sem sucesso, no final, nada foi em vão, tudo fazia parte de um engenhoso plano além da nossa compreensão, que já estava silenciosamente em ação.

Foi durante a Feira da Fraternidade que pude conhecer alguns dos alpinistas e o que de fato eles faziam, sendo humildemente serviço para as obras da igreja de Cristo. Me fez entender o motivo de tanto amor que ela demonstrava pelo movimento. Conhecendo primeiro os alpinistas, e não o grupo em si, tive uma visão mais clara do que era aquele movimento que minha irmã participava havia dois anos e que constantemente tentava com muito sacrifício fazer com que eu participasse. Graças a esse primeiro contato, foi possível que eu fizesse o encontro meses depois, e desde então venho buscando ser serviço e amor seguindo os ensinamentos de Cristo.

Depois de três anos de luta, minha irmã com a ajuda da nossa mãe, conseguiram de forma bem criativa, me convencer a fazer o encontro. Mesmo com essa importante vitória para elas, eu tinha outros planos. E coincidentemente, o curso que tomava todo o meu tempo e atenção chegara ao fim justamente a tempo para que eu pudesse participar das duas últimas reuniões preparatórias antes do encontro. Mas, as “coincidências” não pararam por aí. Em seguida veio o encontro e foi uma experiência incrível, e naquele momento começou uma jornada de redescoberta e de comunhão. As experiências continuam, novos desafios, novas oportunidades, novas conexões, nova vida.

Atualmente participo de dois projetos no movimento, e me sinto muito feliz em ser instrumento de amor para o próximo. Aprendi coisas novas, aprendi a ressignificar coisas velhas, e aprendi que saudade também pode ser chamada de reunião, zonal, feira, creche e missa.

A Feira da Fraternidade foi um momento de descoberta, o encontro foi um momento de introspecção, a creche e os projetos revelaram para mim dons que eu desconhecia/negligenciava, e o encontro anual foi fantástico! O Movimento Escalada foi o primeiro passo para ressignificar.

Sou muito grato a Deus por não desistir de mim, e por me proporcionar momentos de grande crescimento espiritual. Agradeço também pelas pessoas que conheci e pelas experiências vividas sendo serviço com amor e Cristo!

Se você luta para que uma pessoa viva em comunhão com Cristo, e essa pessoa se mostrar inflexível, não desista dela. E se você achar que não está surtindo efeito, lembre-se; Santa Mônica orou por 33 anos para converter seu filho, Santo Agostinho. Nosso Deus prefere agir em silêncio, e deixa que seus milagres falem por Ele. Suas obras são motivos de fascínio por gerações. Para Deus cada vida é uma obra prima! Creio que minha irmã foi instrumento de Cristo para que eu pudesse dar um novo sentido para a minha vida.

Esse meu testemunho é pra dizer o seguinte: Deus nos permite agir na hora certa, na intensidade certa, e na coincidência certa. Pois tudo está no tempo dele, porque ele é bom o tempo todo.

Deus sabia que no tempo certo, aquele que constantemente estava ocupado demais para a fé, um dia retornaria à comunhão com Cristo. O bom filho à casa torna!

Tudo é no tempo de Deus! Confia nele! Ele sabe o que faz, e quando resolve agir, realiza milagres!

Marcelo

33ª Escalada Master Ressignificar

#palavradoalpinista #pessoaemclimadeoração #ressignificar

Outros Posts