Foi na Creche - Por Yuri


Olá, sou Yuri, fiz a 18ª Máster Pérola em 2011. Logo depois que fiz o encontro acabei me

afastando, pois precisei mudar de cidade. Ao retornar, em 2015, fui convidado por uma amiga

alpinista a participar ativamente das atividades do movimento. Ela me levou a uma reunião do


Yuri no Natal da Creche

projeto Magnificat, o braço social do Movimento Escalada, que tem como objetivo fomentar o

voluntariado e despertar a caridade no coração dos alpinistas. Contudo, eu não sabia bem

onde estava me metendo e fui sem nenhuma pretensão, mas eu tinha consciência de que

ajudaria de alguma forma, pois é algo inerente a minha personalidade. Quando me dei conta, já

estava completamente envolvido. Mas envolvido pelo o quê? Não sei, e acredito que ninguém

possa ser descrever essa vivência de forma fiel. Até hoje não sei bem como explicar o que se

passa conosco durante esta jornada, pois é algo que se faz e, se sente. Mas hoje recebi o

desafio de passar essa experiência e vou tentar colocar em palavras um pouco das

maravilhosas memórias que vivi enquanto alpinista e membro do Projeto Magnificat e

frequentador assídua da Creche.

O Projeto Magnificat é responsável por várias ações durante o ano, tais como: doação de

sangue, paz no transito, visita ao asilo e, por fim, assistência à Creche Geraldo e Helena

Belfort, Projeto Talitha Kumi em parceria com Grupo Família-Grupo Católico voltado a trabalhar

os casais para manterem sua vida conjugal sob a luz do evangelho e para a realização de

projetos sociais. A creche funciona no Sítio Recanto da Transfiguração, em Simões Filho, e foi

doado para a alpinista de coração, Gisa e sob sua supervisão funcionam o Posto de Saúde

Santa Terezinha, que conta com atendimento médico, psicológico e odontológico para a

comunidade, e uma creche que acolhe mais de 160 crianças, onde essas passam o dia,

estudam e também têm aulas de iniciação musical.

“A caridade é um exercício espiritual. Quem pratica o bem coloca em movimento as forças da alma.” Papa Francisco

Foi na creche que vi o Cristo no outro; Foi na creche que me descobri cristão; Foi na creche

que exerci cidadania e fiz a diferença; Foi na creche que vi mil andorinhas fazendo verão; Foi

na creche que dei mais um do meu Sim; Foi na creche que descobri o significado da palavra

entrega; Foi na creche que encontrei meu equilíbrio; Foi na creche que fui pessoa em clima de

oração.

Foi na creche, esse lugar tão especial, que eu tive uma das experiências mais espetaculares

da minha vida. Hoje sei que posso destacar a minha primeira visita à creche como a mais marcante. Há dois anos eu estava em um momento conturbado, estavam acontecendo várias

mudanças radicais comigo e eu não me encontrava. Ao ir à creche neste mesmo período, me

senti vivo, em contato comigo mesmo, eu poderia transbordar de todo de mim sem medo, nem

parcimônia, eu estava em um lugar onde sabia que tudo que eu tirasse de dentro de mim ali

seria plantado e multiplicado. Essa foi “A” sensação que tive assim que pus meus pés naquele

lugar, e sim confiei neste meu sentimento e me entreguei. Sempre sai de lá mais completo do

que entrei, e é a mais pura verdade, muitos se queixam de cansaço ao sair de lá, pois brincar

com os pequeninos exige um certo esforço, mas eu saio de lá não apenas psicologicamente e

emocionalmente revigorado, mas,surpreendentemente, eu fico fisicamente restaurado, tão

efusivo que quando retorno pra casa e meu dia a dia isso salta aos olhos daqueles que

convivem comigo.

"Deixai as crianças virem a mim. Não as impeçais, pois delas é o Reino de Deus. Em verdade vos digo: aquele que não receber o Reino de Deus como uma criança, não entrará nele." Então, abraçando-as, abençoou-as, impondo-as mãos sobre elas.

Marcos 10,13-16

Hoje entendo que este preenchimento nada mais é que a presença de Deus que se estabelece

em meu coração, pois é ali que se pode exercer a caridade e não o voluntariado, esse é como

a oração, como freqüentar a missa, como ler bíblia, que são tão importantes para estruturar a

nossa fé. Isso sim é religião do latim "religare", tem o significado de religar. Esta se refere entre

a ligação entre o homem e Deus, e foi na creche que pude vivenciar esse encontro com Deus.


Outros Posts