Tema Anual

2014
VAMOS, SEM MEDO, SERVIR.

Copacabana fervilhava de gente. Éramos mais de 3.500.000 pessoas de todo mundo, alpinistas da Bahia, Sergipe, Pernambuco, São Paulo e Brasília. Muitos havíamos participado daquele inusitado Encontro Anual 2013, sobre a marquise, na Candelária.

Era a Missa do Envio Missionário, encerrando aquela JMJ, a nossa JMJ. Pela primeira vez o Movimento Escalada participava de forma tão representativa de uma Jornada e, no coração de cada um, o desejo forte de que não fosse a última.

As emoções daquele momento tocavam forte no coração de cada um e de cada uma. Parece que os dias no Rio de Janeiro haviam servido como preparação do terreno para viver aquele instante de eternidade, celebrando com o Papa Francisco (que, como o Escalada, estava pela primeira vez numa jornada) o compromisso missionário.

A multidão fez silêncio para escutar. Aquela homilia iria servir de parâmetro para o caminho seguinte. Nós que nos preparamos estudando o YouCat durante um ano e meio estávamos ansiosos para saber quais novos passos daríamos.

O Papa nos disse: Ide, sem medo, para servir.

O Espírito Santo suscitou no coração do nosso Francisco uma forma nova para dizer o que o lema da JMJ já estava nos impelindo. O jeito de mandar ir a todos os povos anunciar o evangelho é este.

IR

É preciso sair de si, deixar o comodismo, deixar a zona de conforto. Trocar de lugar social, humano, espiritual. É preciso uma atitude de desconforto diante da própria situação. Incomodar-se é o movimento oposto ao acomodar-se.

Dar novos passos, dar um novo passo ao encontro do outro é o apelo do Papa. Jesus Cristo é o modelo perfeito. Ele é a expressão mais perfeita do ir, do vir. Deixou a sua condição divina para fazer-se um conosco menos no pecado, como nos lembra o Apóstolo Paulo.

Uma propulsão inicial, sustentada por uma espiritualidade profunda e um estudo constante, fará do nosso ir uma experiência de Deus.

 

SEM MEDO

Não estamos sós.

O Espírito Santo nos acompanha. Temos o exemplo de tantos que nos precederam. A Igreja nos dá os Sacramentos, especialmente a Eucaristia. E, no Movimento, nos sustentamos mutuamente. Não estamos sós.

Os desafios são grandes.

Diante do tamanho do mau que insiste em aparentar força, nos sentimos pequenos; diante dos obstáculos cada vez maiores de uma sociedade que teima em eliminar Deus, nos sentimos fracos; diante do conhecimento humano que caminha com vigor no sentido de afastar a fé da existência humana, nos sentimos limitados intelectualmente.

Ms, se temos o Espírito Santo, o testemunho dos antepassados, a força dos sacramentos da Igreja e a amizade no Escalada, não temos o que temer.

 

PARA SERVIR

A diaconia, serviço, faz parte da natureza da Igreja. Junto ao testemunho e ao anúncio, o serviço é a marca dos seguidores daqu’Ele que lavou os pés dos apóstolos.

Com o Encontro Escalada e todas as atividades que o precedem e sucedem, podemos dizer que anunciamos com vigor, embora nunca satisfatoriamente, pois a messe é muito grande e muitos jovens precisam conhecer e se tornarem amigos de Jesus Cristo, no serviço da Igreja pelo bem da humanidade, sendo pessoa em clima de oração. Realizar e multiplicar encontros, sendo anúncio, para nós também é serviço.

Com o empenho pessoal e comunitário de viver o que falamos, buscamos dar o nosso testemunho. Também ele, como tudo que é humano, limitado e circunscrito ao pecado que habita em nós. Mesmo assim ouvimos dizer de nós: “Vejam como eles se amam.” Nosso estar junto, nossa amizade e empenho para viver cotidianamente o que professamos, sendo testemunho, também é serviço.

Muitos dos idosos, crianças, doentes, abandonados e carentes de toda sorte de nossas cidades nos conhecem. Varias instituições de caridade sabem do nosso esforço para fazer o bem, amando e servindo. Mas não podemos nos acomodar. Ainda há muito o que fazer.

Há muito o que fazer, portanto, no serviço anúncio, no serviço testemunho, no serviço caridade.

 

Há muito o que fazer…

Jesus Cristo sabe disso, por isso nos envia.

O Papa Francisco sabe disso, por isso nos anima.

 

E nós, Movimento Escalada, só podemos dizer:

SIM JESUS; SIM PAPA FRANCISCO, ATENDENDO AO VOSSO APELO,

VAMOS, SEM MEDO, SERVIR.

Padre Mané