Especial - Dia dos Avós

No dia 26 de julho celebramos Santa Ana e São Joaquim, pais de Nossa Senhora e, avós de Jesus. Por isso, a tradição de comemorar o dia dos avós nesta data. E como avós são nossas raízes e nos trazem tantas referências de carinho e também de fé, nada melhor que ouvir duas avós que traduzem esse sentimento de carinho e doçura pra gente, contando suas experiências:


"Ser avó foi deixar renascer um sentimento tão puro, tão alegre e descompromissado no meu coração. Ser avó é ser criança de novo é brincar com seu neto livremente... e o tempo ou a diferença de idade não importam... É sonhar acordada, muitas vezes inspirada em personagens infantis, é dar asas a imaginação e se perder nas risadas... É olhar a nuvem e ver um algodão doce ou será um jacaré?! Ser avó é renascer para a vida.


Meu neto traz para mim o sentimento de alegria, felicidade que não cabe no meu peito. E quando chego e vejo aqueles olhinhos brilhantes o sorriso sincero e a voz que diz: "Vovó você chegou!!! A minha avó chegou". Me desmancho em abraços e beijos e mil carinhos.


Louvo e agradeço a Deus por toda minha família. Louvo e agradeço pelo meu neto Roberto que veio para unir ainda mais os nossos corações, livrar-nos das mágoas e nos fazer exercitar o perdão.

Ser avó é pura emoção!


Meu nome é Lívia me chamam Tia Lili, mas o que mais gosto é ser chamada de vovó Lili! 😊"


Tia Lili - 11ª Escalada regular - "Tocha Viva"

"Amo ser Vovó!! Queria iniciar esse depoimento pedindo a intercessão de Santana e São Joaquim queridos avós de Jesus. Que eles abençoem todos nós, avós, nesse momento tão difícil de pandemia .


A minha família de origem tem algo especial: ser centenário. Convivi com todos os meus bisavós, avós e foi uma experiência muito agradável, que até hoje sinto marcas no meu comportamento como mulher , mãe , avó e amiga .