Palavra do Alpinista - Miau



Eu sempre fui seguidor da frase que diz: "menos é mais". Sempre gostei das coisas mais simples, para mim elas são mais bonitas, mais elegantes e até mais aconchegantes. Durante a pandemia que estamos vivendo, me faz pensar que o que é essencial para todos nós, são as coisas mais simples; sem multidões, sem megalomania. Não estou dizendo que está tudo bem, longe disso, mas acho que temos uma oportunidade de dar importância às coisas mais simples e mudar nossa postura diante de muitas coisas.


Um outro ponto que diz muito sobre mim é que sempre tive uma relação de muito amor, respeito e aconchego com Maria. A mãe de Jesus é a minha mãe também, e como filho, sempre recorro a ela quando eu me sinto sozinho ou quando estou feliz e quero contar as alegrias da minha vida. Diante dessa nova realidade que estamos vivendo, tivemos uma peregrinação de Nossa Senhora do Escalada bem diferente e bem especial, uma peregrinação virtual. Goiabinha, durante a condução, disse uma coisa que ficou ecoando na minha mente por alguns dias e isso me fez pensar algo. Aquele era o momento de nos colocar no lugar de Isabel e imaginar que Maria estava ali, com Jesus em seu ventre, nos visitando.


Nós sempre fomos ao encontro de Deus através da participação da Santa Missa, ou indo à igreja e aos templos para reuniões, orações, adorações. Com o passar do tempo, as celebrações têm crescido em número de pessoas, de elementos que chamam atenção como músicas, danças, etc. Porém, neste momento, estamos impossibilitados de vivenciar a fé desta forma. Receber a imagem de Nossa Senhora do Escalada na minha própria casa através de um zonal virtual, me fez pensar que agora é uma chance que temos de deixar Deus nos visitar novamente. Muito mais importante do que ir ao encontro de Deus, agora temos de nos abrir, abrir nossas casas e nossos corações para que Ele venha nos visitar.


As missas celebradas hoje em dia, são acompanhadas pela TV e pela internet, já que não podemos ir para a igreja. Isso faz com que essas celebrações estejam acontecendo também nas nossas casas, nossas casas são os novos templos. Sabem o sentimento de Isabel ao receber Maria, grávida do filho de Deus, em casa? É exatamente como eu tenho me sentido ao participar das missas pela internet. É como se voltássemos no tempo, para uma época que Deus vem nos visitar para nos ensinar, mas isso só pode acontecer se a gente se abrir, se a gente deixar Ele entrar na nossa casa. E quando eu digo nossa casa, não somente a casa física, mas nosso coração também. Precisamos aproveitar esse momento para nos aproximar de Deus novamente. E para isso eu não preciso sair, ir ao encontro dele, eu apenas tenho q me abrir e deixar que Ele venha nos visitar.

Paulo Miau

22a Escalada Master Aliança

#palavradoalpinista #pessoaemclimadeoração

Outros Posts

Bahia - Pernambuco - Sergipe

© 2016 por Movimento Escalada.