Entrevista: Cesinha


1. Fale um pouco sobre a sua história no Movimento: Como entrou no Movimento? Quando fez encontro? Fez o encontro de que paróquia?

Já coordenou o Movimento? Quando? Quando se tornou Conselheiro?


Entrei no movimento em 2008, fiz a 15ª Master em Salvador - SIM (Serviço, Igreja e Missão). Como a master não era dividida por paróquias como atualmente e as reuniões eram no CCP na Pituba, acabava frequentando a Pituba mesmo.


Na época eram três coordenadores de zonal, e em janeiro de 2009 um dos coordenadores precisou sair da coordenação, pois não iria mais morar em Salvador, então me convidaram para coordenar o zonal junto com Conso e Ester, convite que foi aceito. Depois trabalhei na 16ª Master e continuei na coordenação junto com Elisinha e Gabriel e fiquei até meados de 2010, quando houve o encontro seguinte que como de costume há a troca dos coordenadores de zonal. Em 2009 também entrei no PAZ, o qual coordenei de 2010 (após sair da coordenação do zonal) até o final de 2012. Minhas parceiras de coordenação do PAZ foram Cissa e Clari. Fiquei no PAZ até 2013, pois no ano seguinte iria assumir a coordenação geral do movimento.


Em maio de 2010 entrei no GC e fiquei até o final do ano de 2016. No biênio 2014/2015 coordenei o movimento juntamente com Jorginho e Pams, respectivamente, que se tornaram grandes amigos meus. Assim sendo, me tornei conselheiro a partir de 2016. Outro projeto que participei foi o PO, no ano de 2016. Atualmente, como frequento a Paróquia Ascensão do Senhor (CAB), acompanho mais o movimento através do zonal paralela.

Coordenação 2014/2015

2. Qual a importância do Movimento Escalada em sua vida, depois de tantos anos de dedicação a ele?


Ter aprendido e poder continuar tentando viver o carisma do Movimento (Ser pessoa em clima de Oração) no dia dia que me ajuda muito a estar mais próximo de Deus e ver que a cada ano mais jovens também buscam viver e se dedicam a levar Deus aos outros através do nosso carisma.






3. Escolha um ou dois (no máximo) momentos marcantes na sua vida dentro do Escalada. Nos conte com detalhes esta experiência.


O Escalada nos proporciona muitos momentos especiais, mas uma bastante marcante foi a implantação do zonal paralela em 2012 o qual tive a oportunidade de estar a frente, junto com Beta Dantas, da equipe que implantou o zonal e acompanhar todo o processo: reuniões no GC que tinham como pauta a implantação, formação de equipe, procura por um local para as preparatórias, divulgação do encontro, reuniões de equipe, o encontro, etc. Missão onde dificuldades, desafios e receios foram vencidos e que fortaleceu minha fé e me estimulou a continuar sendo instrumento de Deus para evangelização. Foi uma experiencia de muita entrega e confiança em Deus, na qual tive que sair da minha zona de conforto, pois estava muito bem acomodado atuando no PAZ e no Zonal Master.


Ver que hoje o Escalada, através do zonal Paralela, é uma realidade nessa área de Salvador que a cada dia cresce e se desenvolve, é muito gratificante. Outra experiência marcante que vivi como alpinista foi na JMJ (Jornada Mundial da