Por Dentro das Paróquias - Nossa Senhora da Vitória

Olá Alpinistas! :)


Vamos falar por aqui, numa série de três textos, sobre as atividades paroquiais na perspectiva dos alpinistas. Eles contaram pra gente sobre as vivências nas funções das paróquias que o Movimento Escalada faz parte.




Uma paróquia concretiza a vida em comunidade, reunindo o laço espiritual e territorial das igrejas católicas sob a responsabilidade de um padre, o pároco, com a ajuda de leigos e vocacionados.

Na paróquia da Vitória, por exemplo, temos uma missa dedicada ao Movimento Escalada, portanto os alpinistas são responsáveis pela liturgia e na organização da mesma, no canto e demais funções. Um importante momento para estarmos em comunhão como Igreja e falarmos de jovem para jovem!




Para Victor Hernandes, 81ª Escalada – Renascer, foi a vontade de usar seus dons nessas celebrações, para levar a Boa Nova de uma forma mais leve que o motivou a entrar para o grupo da liturgia da missa em que o Escalada tem responsabilidade e funções na Igreja da Vitória.


"Por ser uma missa de responsabilidade do Movimento e em que os alpinistas tem de possuir o dever de participar, acaba que existe essa contribuição, pois mostra a importância e incumbência de fazer parte, ser diferencial,

dar e fazer nosso melhor seguindo o exemplo da Pessoa de Maria, sendo serviço e disponibilidade."


A messe é grande, há serviço e espaço para todos!


Victor explica ainda que, além de participar das funções, os jovens podem também servir a Deus proclamando as Sagradas Escrituras da liturgia, até tocando ou cantando nas celebrações. “A messe é grande, há serviço e espaço para todos!”.


E quando estamos em serviço e contribuindo com a Messe, estamos também sendo tocados pela experiência de Deus.


É enxergar e perceber os milagres constantes que Deus faz nas celebrações. Não só a transformação do pão e vinho em corpo e sangue, mas também na presença d’Ele desde as funções até ao canto. É de perceber que é Deus que faz tudo aquilo acontecer segundo a vontade d’Ele, que tudo saí da maneira que Ele deseja. É uma experiência de ver cada vez mais a força que Deus têm, e apesar dos apesares, no final de tudo, Ele faz com que tudo acabe certo e bem no final! Dentro de nossas vidas e das celebrações, é o auge da fé! Onde se encontra o maior e mais importante momento da religião! Ali podemos comungar do que há de mais importante, que é o corpo e sangue de Cristo através da hóstia consagrada!,

conclui Victor sobre sua vivência na Paróquia da Vitória.



Já para Gabriel Dourado - 18ª Escalada Master – Pérola, que é catequista da Crisma também na Paróquia da Vitória, sua experiência com a vida ativa na Igreja começou ao ver seus pais servirem em diversas atividades e responsabilidades – hoje ainda o fazem – o que ele percebe ter sedimentado o espírito de serviço e a necessidade de estar em comunidade. “O Escalada confirmou esse sentimento e motivou a continuar nesse caminho”, afirma Gabriel.

Gabriel como voluntário na celebração de Santa Dulce

Quando se mudou para Salvador, ele buscou continuar participando da Igreja, como fazia no interior, e recebeu na Paróquia da Vitória esse acolhimento. Inicialmente, participando da Liturgia e hoje como catequista da Crisma e voluntário da Barraca Alemã, na feira que contribui para a manutenção das obras sociais da mesma paróquia, a Feira da Fraternidade.



Vonluntários na Feira da Fraternidade


Quando doamos nosso tempo em missão, somos nós recompensados. Seja na partilha, seja no amor que recebemos, nos sorrisos, no bem que fazemos. Acima de tudo é preciso ter um pensamento: não se serve a pessoas ou grupos; não se serve para ter status ou para passar o tempo; o serviço é a Jesus Cristo, verdadeiro fundamento da nossa fé”, afirma o alpinista.






Gabriel conclui que devemos superar a dicotomia entre atividades para jovens e atividade para não jovens.

Todas as atividades podem ser preenchidas por jovens. O que se faz necessário é ouvir o coração, ver para qual atividade somos verdadeiramente vocacionados, chamados e com responsabilidade assumir aquele serviço. Sempre tendo em mente que ali somos operários da messe, buscando difundir a verdadeira alegria, a verdadeira paz, o verdadeiro amor que provêm de Jesus.


Nos próximos posts, vocês ficarão por dentro das experiências dos alpinistas nas paróquias Nossa Senhora da Luz e Ascensão do Senhor! Fiquem ligados!

#ParóquiaNossaSenhoradaVitória #PorDentrodasParóquias #AmoreServiço

Outros Posts