UM SERVIÇO AOS JOVENS E ÀS FAMÍLIAS



Subir o monte é estado de graça, é sentir o céu aqui na Terra. Descer é a dinâmica desse amor, é a concretude de tudo isso. Não se ama sem experimentar, sem trocar, sem agir. Viemos do amor e dessa forma precisamos transbordar esse amor.

Há 25 anos fiz o encontro do Escalada, incentivada por Rogério Boon, meu namorado na época e que já era alpinista há seis anos. Fiz a 30ª Escalada de Salvador - Talismã, coordenada por Rick Nascimento (in memoriam) e Rita. E senti, naquele momento, que o encontro abriu mais ainda as portas do meu coração para o outro. O próximo tão falado por Cristo.

O Escalada despertou em mim a certeza do que eu queria para minha vida. De como gostaria de ocupar o meu tempo, a quem e a que me dedicar. Em que fundamentos se baseariam meus pensamentos, ações, enfim, que sentidos daria a minha existência e também da minha família. E, com toda certeza, o carisma do Movimento foi um deles: “Ser Pessoa em Clima de Oração”. Hoje continuo sendo alpinista, mas agora também sou tia, como carinhosamente nos chamam. Claro, tenho falhas, e muitas, mas me sinto amada por Deus e sei que Ele me aceita do jeito que sou. Enfrento desafios como qualquer outra pessoa, porém carrego uma grande confiança na misericórdia de Deus que me impulsiona a seguir firme. Constituí minha família casando com um alpinista e hoje meus filhos também fazem parte do Movimento. Nele, os amigos são realmente amigos, encontramos abraços sinceros, acolhida, apoio, presença...

“Constituí minha família casando com um alpinista e hoje meus filhos também fazem parte do Movimento. Nele, os amigos são realmente amigos, encontramos abraços sinceros, acolhida, apoio, presença...”

Bem, à medida que mergulhava mais profundamente na fé e na oração diária, percebia cada vez mais que necessitava descer o monte, ser serviço especialmente na comunidade. Experimentar, de fato, Deus no outro, no olhar de quem tem sede de justiça, de quem tem fome de amor, de solidariedade. No início, não tinha clareza do que exatamente poderia fazer de concreto, mas quando o coração acolhe os planos de Deus, o Espírito Santo faz o resto e nos reveste de coragem e disponibilidade.

Não tem como não pensar no Escalada e não lembrar da passagem da visitação, quando Maria, mesmo após receber a notícia grandiosa que mudaria por completo sua vida, grávida de Jesus, vai, apressadamente, como descreve o Evangelho de Lc 1, 39-45, ao encontro de sua prima Isabel, também grávida, porém idosa e por isso necessitada de cuidados especiais. Maria segue sem medo ao encontro de quem mais precisava. Ela “sobe” o monte quando recebe a visita do anjo, mas desce imediatamente ao saber de sua prima... Foi escolhida para ser a mãe de Deus e mesmo assim escolheu a humildade e a doação porque se entregou plenamente aos planos de Deus.

Bem, é assim que vejo o Movimento: como um exemplo de serviço ao jovem, mas que atinge também a família, sal da terra e luz do mundo, fermento que faz a massa crescer, Cristo para o outro, evangelização viva e pulsante, Igreja sem hora marcada. “Ide pelo mundo inteiro e anunciai o Evangelho a toda a criatura”. Mc 16,15

“... O mundo não te satisfaz

Pois sua alma é grande demais.

Só Deus pode enchê-la...”

“...Entregue seu caminho a Deus...

Pois Ele quer transformar sua vida

Alegria e paz encontrarás

Quando Nele se apoiar...”

Novo Caminho

Edir, Marco e Cidinha

Ivete Dantas - Ivete

30ª Escalada Regular de Salvador - Talismã


Outros Posts

Bahia - Pernambuco - Sergipe

© 2016 por Movimento Escalada.