Bate-papo com Pe. Mané



Bate-papo com Pe. Mané em 2008 - Jornal Arauto

Dentre inúmeras coisas que aprendemos com Mané, uma delas é ouvir o chamado de Deus. Nosso querido padre já foi um jovem alpinista como nós, com angústias e alegrias, dúvidas e certezas. E uma belíssima certeza é seu amor por Deus, amor que transborda, amor em serviço, amor que despertou uma vocação. Mais um ano se passa depois do seu SIM, meu amigo. Obrigada por ter aceitado ser Igreja todos os dias, obrigada por ser nosso orientador espiritual. E como amamos ouvir (ou ler) o que Mané nos conta, confira a entrevista do nosso querido amigo e padre Mané.

O que significa para você essa missão de ser orientador espiritual?

São duas coisas distintas e complementares. Do Movimento Escalada, sou Assistente Eclesiástico. É uma missão dada pelo Bispo para acompanhar uma determinada parte do rebanho que ele pastoreia. Pra mim é uma honra e uma responsabilidade. Cumprir a minha missão, delegada pela Igreja, de vigiar para que o Movimento seja fiel ao que a Igreja ensina é um dom. Mas também me enche de responsabilidade.

Ser Orientador Espiritual já é outra coisa. É um carisma para quem aceita. Não é delegado por um documento. É uma graça dada e aceita. Não me coloco muito nesta posição, pois acho muito grande, maior do que posso carregar. Quando sou demandado por alguém para tanto, aceito com humildade.

Quando despertou para a vocação sacerdotal?

Desde criança. Sempre pensei sobre isso. Brincava de ser padre e, na real, adorava fazer as coisas que os padres faziam.

Fui coroinha muito cedo. Sempre estive perto dos padres Neiva e Julião, na paróquia de Cruz das Almas. Sempre estive feliz no meio Sacerdotal. Com a adolescência e juventude, veio o discernimento mais profundo e a decisão. De que forma o Escalada influenciou nessa escolha?

Exatamente nesta fase da adolescência e juventude. Vindo estudar em Salvador, encontrei o Escalada. Foi um lugar decisivo pra me manter perto de Deus e, consequentemente, perto da minha vocação.

Sempre foi um lugar especial para mim.

O que significa o Escalada em sua vida ?


Nosso querido Pe. Mané

O Escalada significa o tempo/espaço de encontro e de serviço.

O encontro, por primeiro. Encontrei um jeito muito especial de conviver com Jesus e ser Igreja e encontrei amigos de uma vida. Continuo encontrando.

Mas é o lugar do serviço também. Serviço aos jovens e adolescentes. Serviço com os jovens.

Um sustentar-se mútuo. O que o Escalada pode esperar de Padre Mané como orientador espiritual? Amor ao Movimento, fidelidade à Igreja e seguimento a Jesus Cristo. Este ano, o Escalada completa 40 anos. Quais os fatos importantes que o você destaca nesse tempo? Eu acredito, com toda força da minha alma, que o fato é o Movimento em si e sua ação cotidiana e silenciosa no coração das pessoas. É um imponderável que não podemos medir, pesar, contar. Está além disso. Não consigo falar em fatos. Só percebo que há um fato: o Movimento Escalada é um dom do Amor de Deus em nós, entre nós, a partir de nós e, diria ainda, apesar de nós.

O senhor considera o Movimento maduro? Quais os desafios desses 40 anos?

Deus me livre! O maduro é a última etapa antes do podre. Espero que nunca nos sintamos maduros.

Espero que um frescor de juventude, uma inquietude, uma consciência de incompletude sempre esteja em nós.

Espero que nunca nos sintamos prontos.

#padremane #amoremmovimento

Outros Posts