Momento Projeto de Oração - A importância da oração pelas almas do purgatório



No mês de Novembro, a Igreja nos convida a rezar pelas almas do purgatório. Há, inclusive, no calendário, um dia voltado especificamente a este propósito: o Dia de Finados, celebrado em 2 de Novembro. E esta missão de rezar pelas almas do purgatório nos leva, essencialmente, ao exercício de três virtudes cristãs: a Fé, a Caridade e a Justiça. A primeira das virtudes cristãs que está intimamente ligada à oração pelas almas do purgatório é a Fé. Como nos ensina a doutrina da Igreja, nós precisamos, inicialmente, crer que o purgatório existe para então rezar pelas almas que se encontram neste estado! De antemão, devemos esclarecer também que o purgatório não é um lugar, mas um estado pelo qual passam aqueles que morrem na Graça de Deus, mas ainda necessitam de purificação para estar face a face com Ele. Se fizermos um deserto, facilmente chegaremos à conclusão que este purgatório é, provavelmente, o destino da maioria de nós após a nossa morte. Isso porque para ir para o Céu, devemos estar completamente prontos para amar a Deus com todo o coração, toda a alma e todo o entendimento e é evidente que a maior parte de nós não chega a este estágio de perfeição em vida. No momento da morte, o nosso tempo aqui na Terra expira. Se formos agraciados e fizermos parte da minoria que atinge em vida a purificação necessária para o encontro com Deus, seguimos direto para os Céus. Mas, se pertencermos à maioria que não alcança a Graça da Santidade plena em vida, estaremos após a morte no purgatório, necessário ao alcance dessa Graça, em um estágio de total passividade. Nessa hora nos restará apenas contar com a caridade e misericórdia do próximo, pois não poderemos fazer mais NADA por nossa salvação. Pois bem, crendo na existência do purgatório e partindo da premissa que a maioria das pessoas necessita de purificação para adentrar aos Céus, chegamos ao exercício da segunda virtude cristã relacionada à oração pelas almas do purgatório: a Caridade. Como Cristãos Católicos, somos todos batizados e, por isso, partilhamos da mesma crença em Cristo e, ligados por este credo, por esta união indissolúvel, podemos e devemos rogar graças a todos os falecidos que estão no purgatório, indistintamente, através das orações de súplica, das nossas boas obras, do nosso jejum e, principalmente, durante a celebração da Santa Missa. O exercício da Caridade está intimamente conectado ao mais nobre dos sentimentos: a misericórdia. Jesus nos ensina: “Amarás o teu próximo como a ti mesmo”. E não há expressão maior de amor do que amar os MAIS necessitados dentre os necessitados, como as almas que padecem no purgatório. Expressão maior dessa misericórdia pelas almas do purgatório, em forma de oração, é a Jaculatória ensinada por Nossa Senhora de Fátima em sua já centenária aparição: “Ó, meu Jesus, perdoai-nos, livrai-nos do fogo do inferno, levai as almas todas para o céu e socorrei, principalmente, as que mais precisarem da vossa misericórdia.” Além disso, devemos lembrar também que “rogar a Deus pelos vivos e defuntos” é também uma das quatorze obras de misericórdia pedidas por Jesus, em que socorremos as necessidades espirituais do nosso próximo. A terceira virtude que precisamos exercitar é a Justiça. Essa virtude pode ser dividida em dois aspectos: a Justiça pela piedade com os nossos antepassados e a Justiça por aqueles que levamos ao pecado. Nós devemos a nossa vida aos nossos pais, avôs, bisavôs, tataravôs... e todos aqueles que nos precederam e doaram parte das suas vidas para nossa existência. Por isso, temos uma obrigação filial de rezar por nossos pais e antepassados que não estão mais em nosso meio. É justo e necessário rezar pelos que fizeram tanto por nós, mesmo que em algum momento eles tenham nos ferido profundamente, pois é no purgatório que eles mais precisam da nossa misericórdia. O segundo aspecto da Justiça vem do fato de que como pecadores, somos muitas vezes responsáveis pelos pecados dos outros. Pecamos, e levamos ao pecado, quando damos um mau exemplo ou um mau conselho, ou ainda com a nossa cumplicidade no pecado. Sendo assim, é justo rezar pelas almas que, mesmo inconscientemente, tornaram-se impuras por nossa culpa. Bora Rezar? Por isso, convidamos a todos a viver essas três Virtudes Cristãs através de uma Oração pelas almas do purgatório que pode ser exercitada diariamente:

“Senhor e Deus onipotente, suplico-vos que, pelo Santíssimo Corpo e Preciosíssimo Sangue que vosso Divino Filho, na noite de Sua Paixão, deu em comida e bebida a seus apóstolos e deixou a toda Igreja em sacrifício perpétuo e salutar alimento dos fiéis, livreis as almas do purgatório e, em especial, a mais devota desse mistério de amor, para que, por ele, Vos louve com o Vosso divino Filho e com o Espírito Santo na eterna glória. Amém. Três Pai-Nossos, Três Ave-Marias e Três Glórias.”

Movimento Escalada em Salvador, 16 de novembro de 2017.

#momentoprojetodeoração

Outros Posts

Bahia - Pernambuco - Sergipe

© 2016 por Movimento Escalada.