O projeto absurdo é concreto, o sonho é conquista.



Que a Creche Geraldo e Helena Belfort e o Projeto Talitha Kumi (carinhosamente chamados de Creche de Gisa por muitos alpinistas) estão inseridos e marcados no “coração” do Projeto Magnificat e em todo o Escalada em Salvador não é novidade nenhuma. Inúmeras histórias podem ser contadas nesse pedacinho de céu: histórias de crianças que muito antes de aprender o ABC aprendem a serem verdadeiras guerreiras; histórias de Gisa; histórias que somente as paredes e poucos de nós conhecemos. Nos dá uma grande felicidade ver as crianças crescendo e aprendendo ali.

Uma grande conquista de lá é o Posto de Saúde Santa Terezinha, então senta que lá vem história desse sonho que hoje é concreto. E quem nos conta essa história é Liliana Dumet ou Tia Liliana, que viveu o sonho por muito tempo até hoje poder afirmar:

O projeto absurdo é concreto, o sonho é conquista.

“Durante a comemoração dos 15 Anos da Escalada de Salvador (1993) nasceram os Projetos do Movimento. E quero falar de um, especificamente: o Projeto Magnificat. Na época, quando foi criado, chamava-se Casa Magnificat, e a ideia era ter um espaço físico (uma sala) onde os alpinistas (já profissionais ou ainda estagiários) pudessem atender a comunidade de baixa renda, principalmente os alpinistas da área de saúde e humanas (médicos, dentistas, psicólogas, etc). Tínhamos até o local: seria no Centro Comunitário do Engenho Velho de Brotas, pois Mané era pároco de lá. Naquela época, não conseguimos colocar em prática a "Casa Magnificat". Mas o sonho ficou guardado em nossos corações...

Pois bem, no dia 15 de Setembro de 2012, durante uma tarde de Pós Escaladinha na Creche, nossa querida Gisa nos chamou e mostrou um presente que tinha recebido: uma cadeira de dentista.

Lá na área da creche tinha uma construção fechada (um ‘casebre’ quase em ruínas – era a casa do caseiro, quando o sítio foi construído, há 30 anos, e que Gisa apenas utilizava como depósito de material, estando, portanto, fechado esse tempo todo). A idéia era tentar reformar um ‘quartinho’ dessa construção para que os dentistas voluntários pudessem utilizar como consultório dentário, já que a grande maioria das crianças de lá NUNCA TINHA IDO A UM DENTISTA!).


Fizemos uma campanha de arrecadação, juntamos casais do Grupo Família e alpinistas da Escalada (arquitetos, engenheiros e administradores), reformamos toda a casa, e em 3 meses construímos um Posto de Saúde com 6 consultórios.


Conforme Gisa sempre diz: ‘Deus tem pressa, principalmente quando o objeto de sua pressa são os Seus prediletos: os mais necessitados. ’Nascia ali a tão sonhada Casa Magnificat: concreta, plena e abençoada.

Em março de 2013 iniciamos os atendimentos com voluntários (casais do Grupo Família e alpinistas do Movimento Escalada). Há quatro anos estamos lá. E Jesus tem nos ensinado como ‘Descer para melhor servir’. Para lá, levamos duas coisas sagradas em nossas vidas: nosso TEMPO e nosso DOM profissional. Com aquelas crianças, partilhamos nossos dons que, gratuitamente recebemos do Pai. ” .

E aí, se interessou pelo posto de saúde? Agora vem a melhor parte: Você está convidado a descer para melhor servir e ajudar esse projeto absurdo a se manter! Precisamos da ajuda de alpinistas não importa se o tempo disponível é uma vez por semana, a cada 15 dias ou uma vez por mês, se feito por amor e com amor será muito bem-vindo! Os profissionais que mais necessitamos são das áreas de Odontologia, Medicina-Pediatria, Enfermagem, Psicologia, Nutrição, Fisioterapia e Fonoaudiologia. Quem se sentir chamado a participar desse lindo trabalho pode entrar em contato com Liliana através do telefone (071-9985-1130) ou e-mail dumetpassos@terra.com.br que ela passará maiores informações.

#postodesaúde #voluntariado

Outros Posts

Bahia - Pernambuco - Sergipe

© 2016 por Movimento Escalada.